Consiste num conjunto de componentes e equipamentos para juntos, na falta de energia elétrica da edificação, proporcionarem níveis de iluminação mínimos pré-estabelecidos para:

permitir saída fácil e segura das pessoas do interior para fora da edificação;
permitir a execução de manobras de segurança e socorro no interior da edificação.
Sendo previsto dois tipos de iluminação de emergência: de aclaramento e de balizamento, permitindo dessa forma o transito e o direcionamento pelas rotas de fuga. Demanda projeto devidamente elaborado e calculado, tendo em vista atender os padrões exigidos quanto aos níveis de aclaramento e autonomia previstos em normas.